Pedro Siza Vieira pede escusa em matérias de sector elétrico

Pedro Siza Vieira pede escusa em matérias de sector elétrico

Pedro Siza Vieira justifica este pedido, aceite pelo primeiro-ministro, para afastar "qualquer dúvida sobre a sua imparcialidade na análise de quaisquer questões relativas ao setor elétrico". O governante fez este pedido a 11 de Maio ao abrigo dos artigos 6º e 7º do Código de Conduta do Governo e António Costa aprovou-o três dias depois.

O ministro-adjunto Pedro Siza Vieira pediu para não participar em processos do setor energético, numa altura em que decorre a OPA sobre a EDP por parte da China Three Gorges (CTG). Não esclarece contudo se Siza Vieira esteve envolvido ou teve conhecimento prévio desta operação enquanto membro do Governo, uma vez que o investidor chinês, além de ter informado antecipadamente o Executivo, terá até negociado durante meses esta oferta, isto segundo o Expresso. O pedido foi feita na passada sexta-feira e comunicado esta terça-feira.

Seis anos depois da entrada no capital da elétrica, os chineses da China Three Gorges anunciaram a intenção de avançar com uma Oferta Pública de Aquisição (OPA) para assumir o controlo da EDP.