Para Messi, ida de Neymar ao Real seria 'um duro golpe'

Para Messi, ida de Neymar ao Real seria 'um duro golpe'

Seria um golpe duro para todos, seguramente seria um grande golpe para todo o barcelonismo.

"Seria terrível que Neymar jogasse no Madrid, por tudo o que ele significa para o Barcelona".

Avesso a entrevistas, o craque argentino Lionel Messi abriu uma exceção e recebeu em sua casa, em Barcelona, o canal argentino "TyC Sports" às vésperas da Copa do Mundo da Rússia.

O argentino referiu que Neymar sabe o que ele pensa de uma possível mudança do brasileiro, atualmente no Paris Saint-Germain, para os 'merengues'.

Segundo o atacante, sua opinião sobre a eventual transferência do brasileiro já é de conhecimento do próprio ex-companheiro de time. "Nós continuamos conversando", afirmou.

E Lionel Messi é um dos que não gostaria de ver o amigo com a camisa blanca.

"Eu não estou competindo com ele [Cristiano Ronaldo]". Não me interessa ser o melhor da história, não compito com nada.

Quanto ao Real Madrid, Messi admitiu que o rival é uma fonte de inspiração. Nós também temos. O Real tem algo que só ele tem: jogando mal, ganha.

Na atual temporada, a disputa entre os dois arquirrivais foi menos acirrada que nos últimos anos, uma vez que o Barça sagrou-se campeão da La Liga de forma antecipada, com o Real Madrid estando 15 pontos atrás dos catalães até aqui. Na última década, sentimos que temos uma obrigação de ganhar e não é assim.

Por outro lado, muitos se preocupam em como Neymar estará no Mundial. Não temos obrigação de nada.

"Temos que estar todos bem se queremos ter alguma chance no Mundial. Queremos superar esta barreira [da final]", reconheceu Messi. Só falam que chegamos às finais mas nunca conseguimos (o título) - afirmou o jogador, tentando evitar uma pressão extra pelo título mundial na Rússia. Ele citou ainda Alemanha e França como favoritos também.