Juve Leo lamenta agressões e rejeita responsabilidades — Sporting

Juve Leo lamenta agressões e rejeita responsabilidades — Sporting

A Juventude Leonina, claque do Sporting que tem sido associada às agressões a jogadores, treinadores e staff dos leões na Academia na tarde desta terça-feira, já reagiu a todos os acontecimentos.

"A Juventude Leonina lamenta profundamente o ocorrido e não se pode rever nos actos praticados contra o Sporting Clube de Portugal", começou por escrever em comunicado.

Este comunicado, publicado durante a madrugada no Facebook daquela que é a maior claque do Sporting, surge numa altura em que vários jornais avançam que os autores dos ataques têm ligação a esta claque. Um dia Juve Leo, Juve Leo até morrer!

Detidos em Alcochete são elementos da Juve Leo

A equipa principal do Sporting cumpria o primeiro treino da semana, depois da derrota no terreno do Marítimo (2-1), que relegou a equipa para o terceiro lugar da I Liga, iniciando a preparação para a final da Taça de Portugal, no domingo, frente ao Desportivo das Aves.

Recorde-se que na terça-feira, a equipa principal do Sporting estava a treinar na Academia de Alcochete quando o treino foi invadido por adeptos com a cara tapada que agrediram os jogadores e o treinador, Jorge Jesus. A Procuradoria-Geral da República já está a investigar.

A GNR identificou 40 dos atacantes, 21 dos quais foram detidos.