Dólar continua aumentando e chega a R$ 3,69

Dólar continua aumentando e chega a R$ 3,69

Quem precisa de dólar para viajar deve estar atento às taxas de câmbio.

A cotação da moeda estadunidense para o Turismo já ultrapassa a casa do R$ 4 nas principais casas de câmbio cariocas, enquanto o euro dispara para R$ 4,8. Já o euro turismo supera o patamar de R$ 4,80.

O dólar fechou em alta pelo terceiro dia seguido nesta terça-feira (15), após reduzir os ganhos vistos mais cedo, diante da incerteza eleitoral e do temor de que os juros nos Estados Unidos subam mais que o esperado neste ano. Confirmada a cotação nesse fechamento, nesse dia mais nervoso, o sinal é que, nesses níveis mais próximos dos R$ 3,70, o dólar atrai fluxo vendedor, particularmente de exportadores. Já às 11h20, o percentual de valorização passou para 1,43%, e o dólar subiu para R$ 3,680. No fim do dia, o preço da moeda sofreu um leve recuo para R$ 3,89. O valor é válido para quem comprar a moeda em espécie e já inclui o Imposto sobre Operações Financeiras (IOF), que acrescenta uma taxa de 1,1% ao preço original. Já o euro em espécie é cotado em R$ 4,63, enquanto a aquisição feita pelo cartão sobe para R$ 4,87. Na DG Câmbio, com o IOF incluso, o dólar em espécie ficou na marca de R$ 3,76 e o comprado no cartão ficou em R$ 4,03. Por volta das 16h30, esses dois valores foram atualizados para R$ 4,62 e R$ 4,81, respectivamente.

Uma venda generalizada ("sell-off) nos mercados de renda fixa faz os juros dos títulos do Tesouro americano, referência para a renda fixa global, alcançarem máximas em sete anos e deflagra uma onda de compra de dólares em todo o mundo, que afeta especialmente moedas emergentes, segundo o Valor Online". Com cartão pré-pago, terminou o dia a R$ 4,04.

Já a Rio Leblon, que contabiliza o valor final do câmbio com o IOF embutido, chegou a vender a moeda americana em espécie a R$ 3,80, fechando o dia a R$ 3,83.