"Acredito que os jogadores vão estar no Jamor" — Marta Soares

Jaime Marta Soares, presidente da Mesa da Assembleia geral do Sporting, sublinhou esta terça-feira o seu "apoio incondicional aos jogadores e equipa técnica" do Sporting.

Marta Soares, que recusou comentar a continuidade do treinador Jorge Jesus no clube, considerou que "era necessário uma conversa, depois da situação que se registou no Funchal", em que "as coisas não correram bem", lembrando que "estão em causa milhões de euros". "Nenhum jogador me disse que não vai estar presente no Jamor no próximo domingo e por isso é obrigação de todos nós criarmos as condições psicológicas para que se possam apresentam no Jamor e honrarem a camisola do Sporting", começou por dizer, em declarações à comunicação social na Academia de Alcochete. "Respeitar os nossos adversários, mas ser melhores que eles e ganhar a Taça de Portugal".

"Há necessidade de apurar estas acusações até às últimas consequências", frisou Jaime Marta Soares.

"Não há instabilidade. Penso que, neste momento, todas as pessoas compreenderam quais são as suas funções e responsabilidades". Volto a repetir: ontem disseram-se coisas que não correspondiam à verdade e ao que se estava a passar. Houve alguma precipitação por parte das pessoas e diria que a montanha pariu um rato. "Acredito que tudo isto vai ter uma resposta com êxito e com a estabilidade que se deseja para o Sporting".