A Terra tem hoje uma 'visita' muito especial

Agora, quase oito anos depois, ele reaparece e deve passar "perto" do nosso planeta na terça, dia 15 de maio. Suas dimensões são: 130 metros de comprimento por 60 metros de largura.

O mesmo site explica que o 2010 WC9 foi descoberto pela primeira vez por um telescópio situado no estado do Arizone, EUA, em novembro de 2010.

Segundo os cálculos dos cientistas da Nasa, amanhã, por volta das 19h05, no horário de Brasília, o 2010 WC9 deve passar a 203.453 km da Terra, o que equivale a quase a metade da distância entre o nosso planeta e a Lua. E se não tiver um aparelho destes, pode seguir aqui o evento, na página do Northolt Branch Observatories em Londres.

"Há muitas aproximações de asteroides, a maioria são muito pequenos. Muito poucos objectos daquele tamanho já foram vistos a chegarem mais perto do que a Lua", sublinha. Esse meteorito levou várias pessoas ao hospital, partindo janelas em seis cidades russas diferentes.

Apesar do tamanho, não será possível observar o 2010 WC9 sem um equipamento próprio. Interessados em acompanhar a passagem do asteroide pela vizinhança podem acompanhar a transmissão ao vivo que será feita pelo Observatório Northolt Branch. Mas terá que ficar bem atento porque a sua passagem vai ocorrer a uma velocidade de cerca de 46,116 km/hora.