PIS/Pasesp 2018: veja quem tem direito e quando pode receber

PIS/Pasesp 2018: veja quem tem direito e quando pode receber

Os nascidos em maio e junho são os últimos a sacar conforme o calendário escalonado. Já os servidores públicos com inscrições de final oito e nove recebem pelo Banco do Brasil. Os valores dos pagamentos do PIS/Pasep variam entre R$ 80 e 954, dependendo do tempo de trabalho em 2016. "Depois, os benefícios que não forem sacados retornarão ao Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT), para pagamento do Abono Salarial do próximo ano e do Seguro-Desemprego", alerta o chefe da Divisão do Abono Salarial do Ministério do Trabalho, Márcio Ubiratan Britto.

Para o exercício 2017/2018 serão destinados R$ 16,9 bilhões para pagamento do abono salarial a 24,3 milhões de trabalhadores.

Quem tem conta na Caixa com saldo acima de R$ 1,00 e movimentação já recebe, automaticamente, nesta terça-feira, 13. Também é necessário que os dados estejam corretamente informados pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (RAIS), ano-base 2016.

No site da Caixa Econômica Federal há informações para quem tem direito ao PIS e no do Banco do Brasil, para aqueles que recebem o PASEP. Quem trabalhou um mês, por exemplo, com esses mesmos pré-requisitos, recebe 1/12 do valor, e assim sucessivamente. Só receberá o valor total quem trabalhou o ano-base 2016 completo.

Os que nasceram entre julho a dezembro receberam o valor no ano passado.

No caso do PIS, para quem é correntista da Caixa, o pagamento é feito 2 dias antes do restante dos outros trabalhadores.

Para sacar o abono do PIS, o trabalhador que possuir Cartão do Cidadão e senha cadastrada pode se dirigir aos terminais de autoatendimento da Caixa ou a uma casa lotérica. Outras formas de pagamento também podem ser consultadas nessas páginas. Se não tiver o Cartão do Cidadão, pode receber o valor em qualquer agência da Caixa, mediante apresentação de documento de identificação. Para isso, é preciso ter o número do NIS (PIS/Pasep) em mãos.