Oito jogadores sofrem com virose antes da estreia do Vasco na 'Liberta'

Oito jogadores sofrem com virose antes da estreia do Vasco na 'Liberta'

A segunda vez foi na semifinal da Copa Sul-Americana de 2011, quando o Cruz-Maltino foi eliminado após empate em 1 a 1 em São Januário e a derrota por 2 a 0, no Estádio Santa Laura, em Santiago. Sem criatividade No primeiro tempo, o Vasco se mostrou totalmente sem criatividade e com pouca criação no meio. A rispidez, inclusive, tomou conta de várias jogadas, tirando o espaço da lucidez. Jogo muito estudado, truncado. Quando se veste essa camisa, não precisa nem falar mais nada. O desenho tático até estava bem feito, diante de uma defesa com três defensores, que oferecia certa liberdade pelo lado esquerdo - não necessariamente pela presença de Rafael Vaz no setor. Após o mistério sobre a escalação, Zé Ricardo manteve o esquema com a tradicional linha de quatro na defesa, mas a marcação da bola aérea continua sem solução. A tentativa de cruzamento foi em direção ao gol, encobriu o goleiro Herrera e explodiu no travessão. As chances foram à base do chutão e alguém "se virando" na frente.

"Não vai ser uma partida que fizemos abaixo que irá tirar a nossa confiança e fazer mudar a nossa proposta de jogo".

Mas, em um cochilo carioca, o time chileno fez o gol da vitória. A melhor chance saiu aos 34 minutos.

La U não se abateu. O técnico Zé Ricardo pediu à diretoria a contratação do volante Bruno Silva, jogador da Ferroviária, e foi prontamente atendido. Ele chutou incomodado, mas a bola entrou.

A última cartada de Zé Ricardo foi a entrada de Paulo Vítor, mas o gol não veio. Afinal, o time enfrentará Cruzeiro e Racing com a obrigação de vencer fora de casa para se manter vivo na luta pelo título.

Desta forma, Zé Ricardo deve escalar o time vascaíno nesta terça com dois zagueiros, com a seguinte formação: Martín Silva; Pikachu, Paulão, Erazo e Henrique; Desábato, Wellington e Evander; Wagner, Riascos, Paulinho (Rildo).

UNIVERSIDAD DE CHILE: Johnny Herrera, Christian Vilches, Rodrigo Echeverría e Alejandro Contreras; Matías Rodríguez, David Pizarro, Felipe Seymour e Jean Beausejour; Yeferson Soteldo, Mauricio Pinilla e Gustavo Lorenzetti.