Cai um avião no Irã com pelo menos 65 pessoas a bordo

Cai um avião no Irã com pelo menos 65 pessoas a bordo

O voo, que partiu da capital do Irão, Teerãl, tinha como destino a cidade Yasuj, mas desapareceu do radar logo cerca de 20 minutos depois de ter descolado.

O ATR se chocou contra uma montanha chamada Dena, da cordilheira de Zagros, perto da cidade de Samirom, no sul da província central de Isfahan.

A televisão estatal iraniana, citada pela agência noticiosa Reuters, dá conta que um porta-voz da companhia aérea Aseman Airlines dá como escassas as hipóteses de haver sobreviventes. Um helicóptero de resgate foi enviado para o local da queda, já que, "devido ao relevo montanhoso da região, é impossível enviar ambulâncias", explicou o porta-voz dos Serviços de Emergência, Mokhtaba Khaledi. Uma série de acidentes aéreos graves foram registrados no país nesse período. Mas ainda não há informações sobre o que teria causado a queda do avião.

Citado pela Isna, o presidente da Comissão sobre Segurança Nacional e Política Externa do Parlamento iraniano, Alaedin Boruyerdi, trata-se de um avião da marca ATR, da Aseman Airlines.

As sanções impostas pela ONU, pelos Estados Unidos e por países europeus ao Irã impediram durante vários anos a renovação da frota de aviões comerciais do país. Três anos antes, outro avião comercial caiu durante uma tempestade de neve no norte do Irã, o que provocou a morte de 77 personas.