Santo André registra primeira morte suspeita por febre amarela no Grande ABC

Santo André registra primeira morte suspeita por febre amarela no Grande ABC

Um homem de 56 anos que morreu com suspeita de febre amarela pode ter contraído a doença em Dourados, que fica a 225 quilômetros de Campo Grande. Morador da Vila Alto de Santo André, Silva veio a óbito no domingo enquanto estava internado no Hospital Bartira.

Antes de procurar o hospital, o pedreiro foi atendido na UPA Centro com dores nas costas, vômito, febre e mal estar. Foram colhidas amostras de sangue para fazer exames. A Prefeitura de Santo André diz que a causa da morte foi informada como infarto agudo no miocárdio e que o paciente apresentava sintomas condizentes com os da febre amarela. A administração do hospital notificou o caso ao Centro de Vigilância Epidemiológica da cidade. Resultados de exames realizados, que devem ficar prontos entre 15 e 30 dias, devem confirmar ou descartar o diagnóstico.

A secretaria de Saúde de Dourados informou ainda que a vacinação está ocorrendo normalmente nos Postos de Saúde para aquelas pessoas que ainda não são vacinadas ou que estão com a carteira de vacina desatualizada e irão viajar para regiões endêmicas ou com risco de febre amarela.