Ministro holandês demite-se devido a mentira sobre reunião com Putin

Ministro holandês demite-se devido a mentira sobre reunião com Putin

O ministro holandês dos Negócios Estrangeiros, Habe Zijlstra, apresentou a demissão, esta terça-feira, depois de admitir que inventou um encontro com o presidente russo, Vladimir Putin, em 2006.

O Parlamento tinha pedido uma audição de urgência, depois de o ministro ter admitido que inventou, em 2016, uma reunião com o Presidente russo ocorrida há uma década.

"Não tenho hoje outra opção a não ser de submeter a minha demissão a sua majestade, o Rei", afirmou o governante no parlamento, visivelmente emocionado, pondo assim um ponto final na controvérsia que envolvia o seu nome.

Halbe Zijlstra considera que a sua credibilidade está irremediavelmente manchada, não permitindo a continuação no cargo.

O ministro admitiu, na segunda-feira, que nunca esteve na reunião, mas soube das declarações de Putin por outras fontes.

No entanto, Zijlstra nunca esteve naquele encontro, mas falou com um ex-dirigente da petrolífera Shell que participou no encontro em casa de Putin e que afirma nunca ter dito o que o ministro repetiu nos últimos anos sobre a ideia expansionista de Putin.