Internautas comemoram segundo lugar da Paraíso do Tuiuti: 'Campeã moral'

Internautas comemoram segundo lugar da Paraíso do Tuiuti: 'Campeã moral'

O enredo do carnavalesco Jack Vasconcelos soltou o grito que estava preso na garganta de milhares de brasileiros na madrugada desta segunda-feira 12 durante desfile da escola Paraíso do Tuiuti, na primeira noite deste Carnaval na Sapucaí.

A partir do enredo 'Meu Deus, meu Deus, está extinta a escravidão?', a escola fez referência aos 130 anos da Lei Áurea. A escola contou a história da escravidão no Brasil e criticou as relações de trabalho na país. Encenação de escravos e trabalhadores contemporâneos também explorados e sem direitos trabalhistas deram o tom do desfile.

Um dos destaques foi o vampiro com faixa presidencial no topo de um carro alegórico com paneleiros manipulados e vestidos com a camisa da seleção brasileira de futebol; outro destaque foi a ala dos patos, denominada de "Manifestoches" (mistura de manifestante com fantoche). O assunto acabou virando um dos mais comentado nas redes sociais. Novamente, a emissora Globo tentou omitir ao máximo a alusão ao presidente, com comentários que não escondiam o claro constrangimento da transmissão oficial. A Paraíso do Tuiutí levou o #ForaTemer à avenida, criticou a Reforma Trabalhista do presidente vampirão - também presente na Sapucaí - e falou sobre escravidão.

Aliás, o desfile do Paraíso do Tuiutí, (que vocês nem sabem onde fica), definitivamente não era para vocês, para os seus Fora Temer, e ESPECIALMENTE, para o alívio da consciência política de vocês.