Inflação caiu mais do que o esperado em janeiro, para 1%

Inflação caiu mais do que o esperado em janeiro, para 1%

A taxa de inflação em Portugal recuou mais do que era previsto pelo gabinete de estatísticas nacional, tendo passado de 1,5% para 1%, entre dezembro de 2017 e janeiro de 2018.

O volume de negócios nos serviços registou uma taxa de crescimento de 5,9% em 2017, acelerando de forma significativa face ao aumento de 1,4% verificado no ano anterior.

O Instituto Nacional de Estatística salienta os acréscimos das taxas de variação homóloga nas classes das comunicações e das bebidas alcoólicas e tabaco - 0,6 e 2,3 por cento, respetivamente, contra 0,1 e dois por cento no mês anterior.

O Índice Harmonizado de Preços no Consumidor (IHPC) português registou uma variação homóloga de 1,1%, inferior em 0,5 pontos percentuais à do mês anterior e inferior em 0,2 pontos percentuais à estimativa do Eurostat para a área do euro (em dezembro, a variação homóloga do IHPC português foi superior em 0,2 pontos percentuais à da área do euro). Já a taxa relativa aos produtos energéticos diminuiu para 2,3%(em dezembro foi de 3,2%).

O IHPC registou uma variação mensal de -1,2% (-0,2% no mês anterior e -0,7% em janeiro de 2017) e uma variação média dos últimos doze meses de 1,5% (1,6% em dezembro).