Benfica vence o Braga e se mantém vivo no Português

Benfica vence o Braga e se mantém vivo no Português

"Estou muito contente pela vitória". Vínhamos atrás dela e agora é seguir assim.

O Benfica respondeu com um remate de pé esquerdo de Salvio após boa jogada individual e, depois da ameaça, chegou o golo inaugural dos 'encarnados' com selo sul-americano: 'roubo' de bola de Jonas a Danilo, Cervi foi primoroso na assistência ao compatriota Salvio que, na cara de Matheus, não perdoou (11 minutos). Na segunda parte, o Sp. Braga tentou reagir, mas nós estávamos preparados.

No outro jogo de hoje da I Liga, Paços de Ferreira e Marítimo, duas equipas com objetivos distintos, mas a viver uma fase de crise de resultados e de confiança, empataram sem golos e saíram ambas satisfeitas do jogo por nenhuma delas ter perdido. "Não foi ali, mas tivemos a recompensa mais tarde", referiu. O primeiro remate surge através de Danilo, do Sporting de Braga, que fura o meio-campo adversário e remata forte para defesa à figura de Varela.

O argentino, que marcou um golo na partida, terminou com um aviso aos adversários: "Nos primeiros minutos a equipa respeitou o adversário, mas depois começamos a pressionar e fizemos golo numa jogada rápida. Fizemos um grande trabalho", elogiou.

Varela ficou a meio caminho e Paulinho nao perdoou
Varela ficou a meio caminho e Paulinho nao perdoou

Salvio ajudou a equipa com mais um golo, mas o mais importante é o coletivo. Era muito importante vencer aqui.

Sp. Braga: Matheus; Esgaio, Bruno Viana, Rosic e Jefferson; Xadas, Danilo, Vukcevic e Fábio Martins; Paulinho e Ricardo Horta.

"Este é um dos grandes jogos do futebol português e todos os jogadores querem jogar. Contem connosco que estamos aqui".