Mulheres sauditas foram ao futebol pela primeira vez

Mulheres sauditas foram ao futebol pela primeira vez

As reformas levadas a cabo pelo reino da Arábia Saudita na promoção da liberdade das mulheres no país levaram a um dia histórico no futebol: pela primeira vez, um jogo profissional em território saudita teve mulheres nas bancadas do estádio.

A primeira partida sob a nova determinação foi entre Al-Ahli e Al-Batin, na cidade de Gidá. Por ser um país ainda extremamente restrito para as cidadãs, os estádios receberam setores destinados às famílias nas arquibancadas, com espaços separados para as mulheres fazerem suas orações, fumarem e os banheiros femininos. Em dezembro, um decreto do príncipe herdeiro Mohammed bin Salman, que chegou ao trono em 2015, permitiu que as mulheres passassem a conduzir veículos motorizados, decreto que entrará em vigor a partir de junho de 2018. "Eu assistia aos jogos pela televisão, enquanto meus irmãos iam ao estádio".

"Este acontecimento prova que estamos a caminhar para um futuro próspero. Estou muito orgulhosa de ser testemunha desta mudança massiva", afirmou Lamya Khlaed Nasser, que assistiu ao jogo, à agência AFP.

Após a histórica permissão para mulheres dirigirem na Arábia Saudita, os aplicativos de transporte, como o Uber, estão procurando motoristas do sexo feminino no país.

Apesar das mudanças, as mulheres continuam impossibilitadas de viajar para o estrangeiro sozinhas e para abrir uma conta bancária precisam de alguém do sexo masculino, seja o seu companheiro ou um familiar.