Merkel e SPD vão negociar novo governo

Merkel e SPD vão negociar novo governo

As negociações entre os conservadores de Angela Merkel e os sociais-democratas de Martin Schulz começam hoje, naquela que poderá ser a última oportunidade para a chanceler alemã formar um Governo estável.

A chanceler alemã Angela Merkel afirmou neste domingo (7) que está otimista sobre uma possível aliança com o Partido Social Democrata Alemã (SPD). Os membros do SPD estão menos inclinados do que a liderança do partido a compromissos que, temem, irão pôr ainda mais em causa a sua identidade de partido de centro-esquerda.

O líder da SPD, Martin Schulz, disse que as conversas ocorrem de maneira construtiva.

Este tipo de coligação implica a necessidade de consensos entre os dois blocos de partidos, dá muitas vezes a ideia de que não há posições políticas diferentes em alternativa, e deixa pouco espaço à oposição.

O princípio de acordo entre a CDU e o SPD abre assim porta à renovada 'grande coligação governamental', após as negociações entre os liberais (FDP) e os Verdes terem fracassado em novembro. "Ao mesmo tempo, parece-me óbvio que vamos ter imenso trabalho pela frente durante os próximos dias, mas estamos dispostos a encará-lo e a conseguir um bom resultado", afiançou Merkel, citada pelo "Guardian".

De acordo com a imprensa local, esta ronda de conversas deverá arrastar-se durante a próxima semana - um eventual acordo final para a formação de um governo só deverá acontecer em meados de fevereiro - e os temas em debate não andarão muito longe daqueles que mais divergências suscitam entre CDU e SPD: imigração, impostos, saúde, infraestruturas e União Europeia. De acordo com uma sondagem, uma ligeira maioria de inquiridos (53%) acredita que o próximo governo vai mesmo ser de "grande coligação".

A decisão deverá ser ainda aprovada pelas bases do partido.

Caso as partes não concordem, Merkel poderia tentar formar um governo minoritário, embora tenha dito que é a favor de novas eleições e, nesse caso, seria a candidata principal de seu partido.