Evolução do patrimônio põe em xeque família Bolsonaro

Evolução do patrimônio põe em xeque família Bolsonaro

Ele também é dono de pelo menos mais 4 imóveis no estado do Rio de Janeiro.

Os bens da família Bolsonaro ainda incluem veículos que os valores vão de R$ 45 mil a R$ 105 mil, um jet-ski e aplicações financeiras que chegam a R$ 1,7 milhão, segundo consta em cartórios e na declaração da justiça Eleitoral. Já são sete mandatos como deputado federal. Eduardo, por sua vez, recebe desde 2015, quando foi eleito deputado federal. A evolução patrimonial dos quatro se mostra; portanto, acelerada. Com exceção de uma recente sociedade de Flávio em uma loja de chocolates, todos se dedicam agora só à atividade política. Em 1988, quando Jair Bolsonaro entrou na política, ele declarava ter apenas um Fiat Panorama, uma moto e dois lotes pequenos na cidade de Resende, no interior fluminense, valendo pouco mais de R$ 10 mil, em valores atuais.

Um dos casos é referente a duas casas localizadas em um condomínio à beira-mar, na avenida Lúcio Costa, na Barra, sendo uma delas a atual residência de Jair Bolsonaro. Contudo, na época, a prefeitura avaliava o preço muito acima - algo em torno de R$ 1,06 milhão e R$ 2,2 milhões, respectivamente. A média de “economia” ficou em R$ 61 mil por ano. O valor total arrecadado pelo deputado e por Eduardo com o benefício atingiu o montante de R$ 730 mil em 2017. Já Carlos teria enviado uma nota, por meio de sua assessoria, afirmando que 'seu patrimônio é modesto e igual há vários anos'.

Quase ao final da entrevista, Bolsonaro foi interrogado nas questões de competitividade, importações e exportações, fazendo alusão às dependência das importações da China e Viatinã, Bolsonaro respondeu "O Brasil não investe em tecnologia".

O vereador de Teresina, Luís André, informou que a filiação do deputado federal Jair Bolsonaro no PSL para disputar a presidência da República fortalece o partido e agrega novas lideranças à legenda no Estado, que terá candidatura a governador no Piauí.

Ambos são deputados federais.

Acontece que o auxílio não se faz necessário, tendo em vista que Bolsonaro possui imóvel próprio em Brasília, um apartamento de 69 m².

O político recebe da Câmara o auxílio-moradia desde outubro de 1995, ininterruptamente.