Casa Branca divulga primeiro exame médico anual de Trump na presidência

Casa Branca divulga primeiro exame médico anual de Trump na presidência

Na véspera de seu primeiro exame médico como presidente, Donald Trump disse, nesta quinta-feira (11), que espera que os resultados sejam bons pelo bem do mercado financeiro.

Antes dos exames, Trump disse que se sairia "muito bem" e disse que ficaria "muito surpreso" se isso não ocorresse.

Trump irá ao Centro Médico Militar Nacional Walter Reed para ser examinado por Ronny Jackson, um médico militar que também foi o médico-chefe do presidente Barack Obama.

Está previsto que na sexta-feira se emitirá um comunicado sobre o resultado da consulta do presidente e que na próxima terça-feira seja realizada uma coletiva de imprensa sobre o tema para dar mais detalhes.

"Será melhor que me saia bem, caso o contrário a bolsa não ficará contente", declarou.

Nos EUA, os presidentes não são obrigados a se submeter a exames médicos, mas nas últimas décadas, todos os presidentes o fizeram para mostrar que estavam capacitados para liderar o país e comandar as poderosas Forças Armadas.

Segundo a Casa Branca, o exame não incluiu uma avaliação psiquiátrica, apesar dos rumores sobre a estabilidade mental do presidente gerados após a publicação do livro "Fire and Fury", do jornalista Michael Wolff, que retrata Trump como uma pessoa incapaz de processar informações complexas.

Durante a campanha revelou-se que Trump toma vários medicamentos: para controlar o colesterol, a calvície e um tipo de antibiótico para rosácea, uma doença que deixa a pele avermelhada.