Parlamento australiano aprova lei sobre o casamento entre pessoas do mesmo sexo

Parlamento australiano aprova lei sobre o casamento entre pessoas do mesmo sexo

"Que grande dia, que grande dia para o amor, para a igualdade e para o respeito". A entrada em vigor das mudanças legislativas aprovadas na câmara baixa do parlamento australiano só depende agora da assinatura do governador-geral da Austrália, Peter Cosgrove, um trâmite processual que deverá acontecer nos próximos dias.

Com a legitimação legislativa desta quinta-feira, a Austrália tornar-se-á no 25º país do globo a legalizar o casamento entre pessoas do mesmo sexo. A aprovação foi recebida entre aplausos e abraços no Parlamento, e foi cantada a famosa música I am Australian: "We are one, but we are many; And from all the lands on earth we come; We'll share a dream and sing with one voice; 'I am, you are, we are Australian'". "A Austrália fez isso", afirmou o primeiro-ministro australiano, Malcolm Turnbull.

A iniciativa, apresentada após a realização de um referendo não vinculativo que deu um resultado favorável à união homossexual, modificará a Lei de Casamentos de 1961 e fará da Austrália a 25ª nação que legaliza o matrimônio entre pessoas do mesmo sexo. O documento seguiu para a Câmara, sendo que o governo avisou que o tema não poderia ser adiado.

O casamento gay foi aprovado esta quinta-feira com apenas quatro votos contra, num total de 150 deputados, e foi efusivamente celebrado no parlamento e um pouco por todo o país. "Todos os australianos tiveram voz e eles disseram que [o casamento gay] é justo". "Agradecemos a todos os que lutam há muitos anos, em alguns casos há mais de 10 anos, pela justiça e a igualdade" disse Alex Greenwich, um dos líderes da Campanha pela Igualdade, que defendia a proposta.