Google fecha loja de aplicativos do Chrome

Google fecha loja de aplicativos do Chrome

Outras extensões e temas ainda estão disponíveis na loja.

Esta medida já havia sido anunciada pela Google, que notificou os desenvolvedores sobre a remoção desta sessão em algum momento de 2017. Uma vez que esta funcionalidade seja disponibilizada (metade de 2018), os usuários poderão instalar aplicativos da web na área de trabalho e iniciá-los através de ícones e atalhos; semelhante como o Chrome Apps pode ser instalado hoje.

O Google já havia deixado claro suas intenções de remover o recurso do Chrome há mais de um ano, como nota o site Ars Technica. Os únicos usuários que se aproveitavam do recurso eram os do Chrome OS, e eles continuarão tendo acesso aos apps indefinidamente.

As aplicações que se encontrem atualmente instaladas no navegador irão continuar a ser possíveis de ser utilizadas, mas encontra-se prevista a sua completa desativação em futuras versões do navegador, a chegarem no primeiro trimestre de 2018. Eles já deram as caras no Chrome para Android e poderão migrar para os desktops. A Apple ainda trabalha para implementar este suporte no Safari. A empresa fechou a seção de apps e jogos da Chrome Web Store, de modo que não será mais possível baixar nenhum conteúdo do tipo a partir de agora. Além disso, as seções de apps só estão sendo eliminadas do navegador Google Chrome para Windows, Linux e macOS.