Cartão de Cidadão passa a estar "associado" ao telemóvel

Cartão de Cidadão passa a estar

O Cartão de Cidadão faz dez anos e comemora a data com um novo mecanismo que permite associar o número de telemóvel ao Cartão de Cidadão, permitindo assim o acesso a serviços públicos disponíveis online.

De acordo com Anabela Pedroso, secretária de Estado da Justiça...

O cartão do cidadão foi emitido pela primeira vez há 10 anos. Mas só 17% possuem a assinatura eletrónica ativada, o que é baixo. Para isso, terá de se deslocar a uma conservatória, a uma junta de freguesia ou a uma loja do cidadão. Com esta ferramenta, o cidadão passa a usar o telemóvel em vez de um leitor específico para a autenticação nos diferentes serviços que o Estado disponibiliza na Internet. Por exemplo, os bebés são agora obrigados a ter este documento. Na prática, a maioria dos portugueses já fez, pelo menos, uma renovação. "Temos 20 milhões de cartões emitidos". Hoje, são cerca de 60 mil os utilizadores da Chave Móvel Digital.

Esta não é a única mudança implementada pelo governo no Cartão do Cidadão.

Desde o dia 1 de outubro, passou a ser possível, mediante autorização, fornecer dados biométricos para emissão de vários documentos em simultâneo, como o passaporte ou a carta de condução. Até agora, para o fazer tinha de ter um leitor, mas actualmente basta associar o seu documento de identificação ao telemóvel.