Tiroteio em São Gonçalo deixa mortos — RJ

Tiroteio em São Gonçalo deixa mortos — RJ

Em nota, a Polícia Civil informou que está investigando o caso.

Segundo ele, as armas dos militares não foram usadas durante a ação realizada em parceria com policiais da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core), a tropa de elite da Polícia Civil. No entanto, os corpos das vítimas foram encontrados a cerca de três quilômetros do local onde acontecia o baile. Segundo eles, as vítimas estavam em um baile funk quando homens chegaram em veículos da corporação, atirando e causando pânico e correria.

A Polícia Civil também vai ouvir os depoimentos dos agentes que participaram da ação e estuda realizar uma reprodução simulada no local. O número de militares que esteve no local ainda não foi passado à DHNSG. O Comando Militar do Leste já informou oficialmente que não houve disparos da parte de militares do Exército Brasileiro. Por isso, os homens do Exército que participaram da ação não foram ouvidos. O policial, que trabalhava no 7º Batalhão, em São Gonçalo, levou um tiro no pescoço durante, em um confronto com traficantes. Foram apreendidos durante a operação um fuzil, sete pistolas, cinco carregadores, munições, rádios transmissores, drogas e celulares.

A Divisão de Homicídios de Niterói investiga a morte de sete jovens durante uma operação na comunidade do Salgueiro, em São Gonçalo. O oficial disse que não tinha informações de que os militares teriam atirado na comunidade e só poderia verificar isso nesta segunda-feira (13).