Sistema de pagamento móvel Android Pay chega ao Brasil

Sistema de pagamento móvel Android Pay chega ao Brasil

Agora, depois dos vários rumores, o serviço de pagamento da Google, o Android Pay, estreia-se oficialmente no Brasil, o primeiro país da América do Sul a receber esta benesse. A estimativa é que 77% dos pontos de vendas já terão máquinas que fazem esse tipo de pagamento até 2020.

Solução para pagamentos contactless já conta com alguns parceiros, como os postos Ipiranga e a Casa do Pão de Queijo.

Segundo Silvana Balbo, diretora de marketing do Carrefour, até o fim do ano todos os 64 hipermercados da Empresa e as mais de cem lojas do Carrefour Express estarão habilitados a efetuar pagamentos com Android Pay. "Hoje, a pessoa começa buscando informações por um produto na internet, e agora, ela pode fazer o seu pagamento de forma digital", disse Fábio Coelho, presidente do Google Brasil, durante o evento de lançamento do serviço, realizada nesta terça-feira em São Paulo. Isso, diz Silvana, pode reduzir filas. De acordo com a empresa, a integração com o Bradesco está a caminho, com outros nomes citados no anúncio da plataforma, como Elo e Itaú, ainda sem previsão de aparição no serviço.

Os pagamentos com Android Pay estão disponíveis para celulares a partir da versão Kit Kat (4.4) do sistema. "A gente tem uma series de produtos financeiros que vão chegar ao país nos próximos anos, mas a jóia da coroa é o Android Pay". O sistema utiliza a tecnologia NFC embarcada, que usa códigos diferentes para cada transação para proteger o número e dados do cartão salvo. Em vez disso, a comunicação entre máquina e software acontece por meio de um número de conta virtual, que a companhia promete ser seguro contra fraudes e facilmente bloqueável caso o celular seja roubado ou perdido.

"Não é brincadeira mexer com o dinheiro das pessoas."
Da base operante de aparelhos móveis no Brasil, quase 30%¨já possuem a tecnologia.

O funcionamento da plataforma é o mesmo visto no Samsung Pay, que já está presente no País.