Mulher é morta na frente da mãe; marido é o principal suspeito

Mulher é morta na frente da mãe; marido é o principal suspeito

Uma mulher de 34 anos foi assassinada em Araputanga, a 371 km de Cuiabá, no final da tarde de domingo (12).

A vítima Rita Jorge da Silva, teria solicitado medidas protetivas alguns dias antes contra o seu ex-marido, devido as perseguições constantes que vinha sofrendo por parte do acusado após o término do relacionamento.

O caso é investigado pela Polícia Civil.

Uma mulher de 34 anos, foi morta com vários tiros na frente da mãe, de 73 anos, e de uma irmã.

"Ela disse que não iria suspender o processo e então ele sacou um revólver e começou a atirar contra ela". A vítima ainda tentou correr, mas caiu na varanda de casa.

A mulher tinha feito várias denúncias contra o ex-marido por agressões. "Eles viviam em conflito, brigavam e separavam, por isso, não acreditavam que ele tivesse coragem de fazer isso", disse o investigador.

Depois do crime, o suspeito fugiu e ainda não foi localizado, escreve ainda o site G1.