Ecclestone aponta Kubica para 2018

Ecclestone aponta Kubica para 2018

Robert Kubica, que está tentando retornar à Fórmula 1 após quase seis anos sem competir na categoria, foi elogiado por Bernie Ecclestone após realizar teste com a Williams na última quarta-feira. A intenção principal do treino desta semana é fazer com que o piloto se habitue aos comandos do carro, além de testar pequenas adequações feitas para que Kubica possa guiar com suas limitações físicas (como, por exemplo, pequenos ajustes nos botões do volante e na alavanca de câmbio).

"Se Kubica não tivesse sofrido o acidente, penso que teria sido campeão", garantiu Ecclestone em entrevista ao Autosport, relembrando o grave acidente que o polaco sofreu em 2011 no rali "Ronde di Andora", em Itália. Mentalmente, creio que ele provavelmente será mais agressivo do que naquela época: portanto, só consigo ver coisas boas para ele. Ele será bom para a Fórmula-1.

Ecclestone sabe que a vinda de Kubica significaria a ida de Felipe Massa. Contudo, o ex-dirigente crê que o brasileiro já fez sua parte na F1 e que talvez fosse a hora de a Williams apostar no polonês para dar "uma acordada", já que o time não tem conseguido bons resultados. "Se Robert estiver por lá, ele pode acordar muitas pessoas", declarou.

A equipe disse que o dia havia sido "exitoso", com o piloto de 32 anos dirigindo um FW36, de 2014, no circuito britânico. O carro usado pelo polonês em sua avalição é o mesmo com o qual Stroll, antes de iniciar sua primeira temporada na F1, realizou vários testes para se familiarizar com circuitos que nunca havia corrido antes.

Contudo, ele completou 142 voltas no circuito húngaro em agosto num teste com a Renault que não mostrou "entraves óbvios", segundo a equipe francesa.