Deputado Gilmar Fabris é preso pela PF em Rondonópolis

Deputado Gilmar Fabris é preso pela PF em Rondonópolis

Além da prisão, Fabris será afastado de suas funções parlamentares por decisão do ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal. Ainda foram realizadas buscas no apartamento do parlamentar, no bairro Santa Rosa, em Cuiabá. Policiais federais estão, neste momento, tentando cumprir o mandado.

O deputado estadual não estava em sua residência nesta sexta-feira. O deputado aparece na delação do ex-governador Silval Barbosa, que embasou a operação Malebolge deflagrada ontem, em mais de um episódio. Vários documentos e computadores foram recolhidos.

Gilmar Fabris é um dos parlamentares que supostamente teriam recebido mensalinho na gestão do ex-governador Silval Barbosa (PMDB). Ele aguarda por uma aeronave para retornar a Cuiabá. Em relação as acusações, vai se manifestar apenas no processo.

O ex-presidente da Assembleia Legislatura de Mato Grosso, deputado estadual Gilmar Fabris foi preso na manhã desta sexta-feira pela Polícia Federal, em Rondonópolis, para onde tinha ido participar de uma agenda política.

"O parlamentar está disposto a colaborar com as investigações da Procuradoria Geral da República para estabelecer a verdade dos fatos", diz a nota.

O parlamentar está disposto a colaborar com as investigações da Procuradoria Geral da República para estabelecer a verdade dos fatos.