Brasil inicia Copa dos Campeões com vitória diante da França

Brasil inicia Copa dos Campeões com vitória diante da França

A equipe iraniana é a líder da Copa dos Campeões de vôlei masculino e está a três jogos de obter o campeonato que significaria um marco na história da modalidade. Também firme na briga, a Itália bateu a França de virada por 3 a 1 (21/25, 25/20, 25/22 e 25/21) e se igualou ao Brasil em pontos, porém tem saldo de sets e de pontuação nos sets bem inferior.

Os americanos chegaram a colocar uma boa vantagem de quatro pontos no marcador (17/13), mas a seleção reagiu e foi buscar o empate, deixando a parcial absolutamente aberta e imprevisível. Brasil x EUA entram em quadra na madrugada deste sábado.

Ele pensa diferente da maioria dos comentaristas que veem, nesta Copa dos Campeões, uma certa moleza por parte de equipes que não trouxeram seus principais jogadores. Então, é preciso foco, muito foco neste jogo.

"Estamos muito bem impressionados com a qualidade técnica desta competição". A tabela de classificação mostra o equilíbrio desta competição. Brasil x EUA será a quarta partida das cinco que o Brasil tem pela Copa dos Campeões.

Os brasileiros entraram em quadra com Bruninho, Wallace, Maurício Souza, Lucão, Lucarelli, Maurício Borges e o líbero Tiago Brendle.

"Fizemos nossa melhor partida do campeonato hoje".

- Nos faltam três jogos e todos são muito importantes, difíceis e todos já mostraram uma qualidade técnica muito grande. Os reservas são o levantador Raphael, o oposto Renan, os centrais Otávio e Isac, os ponteiros Douglas e Rodriguinho e o líbero Thales. "Estou muito feliz porque a seleção brasileira sacou muito bem e o trabalho de bloqueio e defesa também funcionou bastante e isso é muito positivo devido as dificuldades de jogar contra uma seleção tão rápida como é a do Irã, que tem um dos melhores levantadores do mundo na atualidade", disse Renan, se referindo a Marouf. "Amanhã é a vez do Irã", finalizou.

Neste sábado (16.09), a seleção brasileira enfrentará a seleção dos Estados Unidos, às 0h40 (Horário de Brasília), com transmissão ao vivo no YouTube da FIVB.

A grande surpresa com relação ao Irã é que a seleção até aqui não vinha demonstrando nenhuma capacidade de incomodar as principais potências. O Brasil ficou com a segunda colocação, algo corriqueiro, e o Irã acabou apenas em 11º.

Após um início promissor dos asiáticos no segundo set, o técnico Dal Zotto utilizou bem o seu tempo técnico para fazer a equipe recuperar a liderança na partida em 11/10.

O Irã conta com um pesado bloqueio e com a tendência, até aqui no Japão, de não se entregar jamais.

Na madrugada deste sábado (16), o Brasil encarou os Estados Unidos em Osaka, no Japão, em duelo válido pela quarta rodada da Copa dos Campeões de Vôlei.