Piloto morre após queda de helicóptero em Castro Daire

Piloto morre após queda de helicóptero em Castro Daire

O helicóptero trabalhava no reacendimento de um incêndio, ao final da manhã, em Cabril.

Um helicóptero de combate ao fogo caiu este domingo em Cabril, Castro Daire, durante o combate ao incêndio na localidade de Grijó, naquele concelho, confirmou o Observador junto de fonte da GNR de Viseu. Piloto terá ficado preso no interior da aeronave.

"Só após uma investigação será possível determinar com exactidão as causas e circunstâncias do acidente, mas é crível, pelo que se sabe, que o helicóptero tenha colidido em cabos de alta tensão, despenhando-se e incendiando-se de imediato" refere a empresa, adiantando que "o conselho de administração da Everjets já decidiu instaurar um inquérito às circunstâncias do acidente e garante a substituição do aparelho ora acidentado no dispositivo em alerta".

O aparelho pertence ao Centro de Meios Aéreos de Armamar e estava ao serviço do GIPS da GNR. A queda da aeronave da empresa Everjet já foi confirmada pelo presidente da Câmara Municipal de Castro Daire, Fernando Carneiro, e o comandante dos bombeiros, Paulo Almeida, à agência Lusa. O acidente aconteceu por volta do meio-dia, pelo horário local. O piloto e único tripulante da aeronave morreu.

Segundo a página da Internet da Autoridade Nacional da Proteção Civil, em Cabril lavra um incêndio que estava ao início da tarde a ser combatido por 92 operacionais, 18 veiculos e três meios aéreos.