Rui Vitória espera jogo difícil contra Chaves de "grande qualidade"

Rui Vitória espera jogo difícil contra Chaves de

O treinador do Benfica, Rui Vitória, adiantou este domingo em conferência de imprensa que ainda não vai poder voltar a contar com o guarda-redes brasileiro Júlio César e o lateral espanhol Grimaldo, ambos ainda a contas com lesões, para a visita de segunda-feira (21.00) ao Desportivo de Chaves. "É uma equipa de qualidade, que sabe o que faz e que vai querer dificultar a nossa forma de jogar", realçou, durante o lançamento do encontro.

Para a deslocação a Trás-os-Montes, o técnico das águias pede eficácia à sua equipa. No jogo anterior, houve um ou dois erros naturais de quem está a começar uma época.

"Com a mudança de treinador já se vê que é uma equipa muito organizada, pois as equipas do Luís Castro têm esta forma de estar em campo", prosseguiu. É fundamental uma grande concentração, a capacidade que ambas as equipas terão que ter na eficácia. A matriz da equipa é isso.

"Preparamo-nos da melhor forma e encaramos com serenidade o jogo, algo que é obrigatório ter nestes momentos de maior tensão no campeonato, mas temos consciência que é um adversário muito difícil", afirmou na antevisão à partida de segunda-feira. "Não invalida nada a nossa forma de estar, que é uma vontade muito grande de ganhar e dar vitórias aos benfiquistas e de uma exigência enorme connosco". Sabendo que, do outro lado, está uma equipa boa, mas acreditando no nosso valor. "Vamos encontrar uma equipa boa", começou por dizer Rui Vitória.

"Fizemos três golos em cada jogo e tivemos a possibilidade de fazer mais". As equipas são muito mais do que a soma de 11 jogadores. Não há perfeições, se eu também pensasse que a minha equipa já tinha tudo resolvido estava no caminho erro, estamos a começar, a começar bem.

Um dos destaques do Benfica nesta fase da temporada tem sido o avançado suíço Seferovic, que marcou dois golos nas duas primeiras partidas. Questionado sobre a contratação de Mato Milos, Rui Vitória preferiu esperar pela oficialização. Uma das coisas mais difíceis de contratar jogadores é projetar. "Tem todas as condições para ter este rendimento", disse Rui Vitória. "Agora está o Seferovic, mas para a frente poderá não estar", disse.

Já sobre a parceria do helvético com o brasileiro Jonas, o técnico, de 47 anos, enalteceu a capacidade de "trabalho" e a "disponibilidade" dos dois jogadores para aprenderem.

"Os dois estão muito motivados e também sentem que a equipa está feliz, o que acaba por ser uma simbiose muito boa, mas o Mitroglou e o Raúl também dão garantias", finalizou.

Depois de ver Luís Castro perspetivar um jogo de "dificuldade máxima" com os 'encarnados', Rui Vitória recusou antecipar o 'onze' inicial e confirmou que, mesmo sem os lesionados Júlio César e Grimaldo, o Benfica será uma equipa fiel aos seus princípios e à sua identidade.