Acidente entre carreta, ônibus e ambulâncias deixa mortos no ES

Acidente entre carreta, ônibus e ambulâncias deixa mortos no ES

Subiu para 21 o número de mortos no acidente entre uma carreta, um ônibus e duas ambulâncias no km 343 da BR-101, em Guarapari, no Espírito Santo, próximo a um posto de combustíveis.

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública do Espírito Santo, equipes de socorro estiveram no local socorrendo as vítimas e encaminhando os feridos para hospitais da região.

A Secretaria de Estado de Saúde informou que, até 11h, sete feridos haviam sido atendidos pelo Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência).

A PRF informou que a carreta, que transportava rochas invadiu a contramão e bateu no ônibus da Viação Águia Branca, que seguia de São Paulo para Vitória. Duas ambulâncias, dos municípios de Jerônimo Monteiro e Alfredo Chaves, que estavam próximas ao veículo de viagens também foram atingidas no acidente. "Há várias vítimas carbonizadas no local, além de vários feridos", informou a PRF-ES em seu perfil no Twitter. O motorista Alicinaldo Zampili Vargas, 36 anos, morreu.

Proprietária de uma das ambulâncias, a Prefeitura de Jerônimo Monteiro informou que o veículo, um Doblô, era usado para deslocamento de pacientes da cidade até Vitória, onde eles passariam por exames especializados.

Rodovia Otovarino Duarte Santos, Km 02, Parque Washington. Os três estão bem e já receberam atendimento médico. Os demais veículos que estavam seguindo o mesmo caminho do ônibus não conseguiram desviar do acidente e também colidiram com a carreta. Segundo a prefeitura, o motorista tentou desviar do acidente e acabou capotando. Menores de 18 anos só podem doar com a autorização dos responsáveis. As outras cinco pessoas que estavam dentro do automóvel ficaram ilesas. Em seguida, ele passa por uma triagem para examinar sinais vitais como pressão, pulso e temperatura.

A Viação Águia Branca disponibilizou uma linha 0800.7251211 para a prestação de informações às famílias dos passageiros. Uma equipe da empresa está no local do acidente prestando assistência aos passageiros.

A PRF orienta que os motoristas utilizem rotas alternativas.