Pedido de Andrea Neves para ser julgada por primeira instância é negado

Pedido de Andrea Neves para ser julgada por primeira instância é negado

O início da sessão está previsto para as 14h. Ele, Frederico Pacheco e Andrea Neves são apontados como auxiliares do tucano na denúncia oferecida pelo crime de corrupção passiva.

Com isso, o relator do caso, o ministro Marco Aurélio Mello, decidiu adiar a decisão para julgar o recurso de Aécio. Ao alegar que ainda há risco concreto de interferência na investigação, o ministro votou para manter a prisão preventiva. O relator do inquérito sobre Andréa e Aécio, ministro Marco Aurélio Mello, votou naquele julgamento para desmembrar o inquérito para a primeira instância. "O senador Aécio reafirma seu respeito à decisão do Ministro Marco Aurélio e a todos os integrantes da 1ª Turma e reitera estar ao dispor da Justiça para prestar todos os esclarecimentos, confiante que a correção de seus atos será comprovada", diz a nota assinada pelo advogado Alberto Zacharias Toron.

O primeiro caso a ser julgado foi o do ex-assessor do senador Zezé Perrella (PMDB-MG), Mendherson Lima, acusado de ter recebido dinheiro de propina da JBS em nome de Aécio Neves. A prisão domiciliar também foi decretada para o primo de Aécio, Frederico Pacheco.

Janot reforçou o pedido de prisão na quarta-feira passada sob a alegação de que o parlamentar desobedeceu decisão do ministro Edson Fachin, que o afastou "das funções parlamentares e de qualquer outra função pública". "Ele tem dito que numa situação normal, o pedido de prisão seria rejeitado, mas dentro desta situação política instável, podem votar pela sua prisão".

Ainda de acordo com o jornal, integrantes da corte reservadamente criticam o pedido feito pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janto.

As decisões foram tomadas durante julgamento de pedido de liberdade de Mendherson.

A subprocuradora-geral da República, Cláudia Sampaio Marques, não pediu palavra em meio a essa discussão.

Com a prisão domiciliar concedida pelo STF, a jornalista Andrea Neves deverá deixar o Complexo Penitenciário Feminino Estevão Pinto, em Belo Horizonte, na quarta-feira, 21.

A irmã de Aécio, segundo a PGR, tratou com Joesley sobre os recursos e o primo do senador afastado foi filmado recebendo em ação controlada da Polícia Federal recebendo os recursos.

"A minha proposição é muito explícita no sentido de inibir toda forma de intromissão na produção da prova dos demais delitos". O caso foi posteriormente transferido a Marco Aurélio por não ter relação com desvios na Petrobras, objeto principal de investigação da operação.