Vídeo: Guarda nazi de Auschwitz morre antes de entrar na prisão

Vídeo: Guarda nazi de Auschwitz morre antes de entrar na prisão

Um ex-guarda de Auschwitz de 95 anos condenado à prisão na Alemanha no ano passado por cumplicidade nos assassinatos de no mínimo 170 mil pessoas morreu antes de sua pena se tornar legalmente obrigatória, disse seu advogado nesta quinta-feira.

Hanning foi guarda do campo de concentração entre janeiro de 1943 e junho de 1944, quando tinha 23 anos. Hanning não havia começado a cumprir a sentença porque recursos à decisão ainda são analisados na Suprema Corte alemã. "Se o Judiciário não tivesse ficado calado por décadas, talvez não haveria esse desapontamento", disse. "Fale aqui sobre o que o sr. e seus companheiros fizeram!"

Durante o julgamento, em 2016, Reinhold Hanning pediu desculpa por ter servido nas SS e por abusos que cometeu sobre os presos de Auschwitz, mas deu-se como inocente das acusações de cumplicidade no extermínio em massa de judeus. Ele morreu em março de 2012, também antes de a Suprema Corte julgar seu recurso à condenação.